E finalmente visitei o tão famoso, Castelo de Almourol!
Para mim é o castelo mais fotogénico da história, apesar de eu não ter chegado nem de perto à qualidade das fotos, que se vê por ai espalhadas., deste lugar único.
Situa-se 
em Santarém, pertinho da Vila Nova da Barquinha, embora a sua localização seja frequentemente atribuída a Tancos, visto ser a vila de onde se vislumbra melhor.
Este maravilhoso castelo está no topo de uma pequena ilha de 310 m de comprimento por 75 m de largura.
É um dos exemplos mais representativos da arquitectura militar da época.
Foi conquistado em 1129 por D. Afonso Henriques, que o entregou aos cavaleiros da Ordem dos Templários, ficando estes responsáveis pelo povoamento do território entre o rio Mondego e o Tejo.
Este castelo remonta à pré-histórica, várias pesquisas arqueológicas deram à luz testemunhos do período romano e do período medieval.
No século XIII, o forte já existia e chamava-se Almorolan que quer dizer pedra alta.
Desconhece-se a origem do nome porque existe varias variações como: Almoriol, Almorol, Almourel, Almuriel.
A sua história, é igual a tantas outras.
Uma princesinha vive num lindo castelo, apaixona-se por um cavaleiro matulão e revela todos os seus segredos, e não só!
Desvenda também, as entradas secretas do castelo, sem hesitar, o matulão faz uma emboscada.
A princesinha e o pai encurralados e histéricos, decidem lançar-se ao rio, feitos loucos, preferindo assim morrer do que ficar em cativeiro.
O acesso à ilha e ao castelo é feito de barco, as embarcações tem capacidade para 14 pessoas, mas… se te sentires um verdadeiro rebelde, podes ir a pé! Trepando de calhau em calhau.
É sem dúvida, um castelo que vale a pena visitar.


Horário

1 de Outubro a 30 de Abril: Encerrado à segunda-feira
1 de Maio a 30 de Setembro: Aberto todos os dias

1 Novembro a 28 Fevereiro: 10h às 13h – 14h30 às 17h
1 Março a 31 Outubro: 10h às 13h – 14h30 às 19h


Coordenadas GPS
W 08º23’31” | N 39º27’16”


Sugestões

– O bilhete para entrar no castelo tem o valor de 2,50 €

Ao fim de semana existe vários grupos de canoístas que visitam o castelo.

– Visitar o Castelo ao pôr do sol, dá excelentes fotografias.

– A viagem de barco é curtinha, nem dá tempo para pensar em enjoos.

No interior do castelo existe uma barraquinha que vende, vestes dos templários e lanzudos.

Mas o que é um lanzudo?

São umas peças em forma de animal (ovelhas, porcos, galinhas) feitas com lã verdadeira de ovelha e acabamentos em barro, são muito amorosos!

4 thoughts on “Um castelo numa ilha”

    1. É verdadeiramente um castelo encantado!
      Sobre o rio numa ilha, com umas escadas enormes até ao topo das muralhas.
      Vale muitooo a pena. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!